• Bancários Juazeiro

Violência doméstica aumenta durante a quarentena


O mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus e uma das medidas implementadas para evitar a proliferação do vírus é o isolamento social. Porém, a medida aponta outro desafio: evitar o aumento do número de casos de violência doméstica, sobretudo no país onde o presidente da República é o primeiro a incentivar com comentários machistas.

O fenômeno conhecido como ciclo da violência, de característica gradativa, dificilmente começa com a violência física e fatores como o confinamento e estresses são agravantes.

Violência doméstica se entende que é qualquer tipo de violência no âmbito familiar, podendo ter como vítimas mulheres, homens, idosos, crianças e funcionários.

Indicadores de violência de alguns estados como Paraná já apontam aumento de 15% nos casos. No Rio de Janeiro, a alta foi mais expressiva, 50%. Na Bahia, a SSP-BA (Secretária de Segurança Pública do Estado da Bahia) afirmou que o número de denúncias de violências domésticas ainda não foram contabilizados. Os dados devem ser divulgados em abril.

0 visualização

Busca

Outras Notícias