Acesso a todos os caixas é melhor para os clientes

06.02.2020

 

Apesar de o mercado de cartões no Brasil ser o segundo maior no mundo, o país possui apenas 21 redes de caixas eletrônicos. Os bancos não querem promover a interoperabilidade, sistema que permite que clientes de diferentes instituições financeiras tenham acesso às transações nos terminais dos concorrentes. 


A proposta de regulamentar o compartilhamento das 21 redes de caixa eletrônico, tanto para bancos quanto para fintechs, foi colocada em consulta pública a pedido do Banco Central em dezembro do ano passado. A recomendação foi feita em 2018, pelo BM (Banco Mundial) e pelo FMI (Fundo Monetário Internacional).


Segundo o BM, a medida seria vantajosa para todos, pois com a interoperabilidade haveria preços mais baixos para operações com cartões de débito. Já para os bancos, teria inclusão financeira, acentuada pelo maior número de transações e pela redução de custos.


Atualmente, os usuários só conseguem fazer saques, pagar boletos e realizar consultas de bancos concorrentes apenas em duas redes (24Horas e Saque e Pague). As demais 19 restantes são exclusivas para clientes das instituições financeiras que mantêm os equipamentos. Isso explica o alto lucro do setor. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca

© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.