© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.

Riqueza no mundo concentrada nas mãos de poucos

27.01.2020

 

A concentração de renda mundial só aumenta e os donos das grandes fortunas ficam cada vez mais ricos. Relatório da Oxfam revelou que os 2.153 bilionários do mundo possuem riqueza maior do que aproximadamente 60% da população global. Quer dizer, 4,6 bilhões de pessoas.


Apontou ainda o quanto é grave a discriminação de gênero, pois as mulheres são responsáveis por 75% do trabalho de cuidado não remunerado realizado em todo o mundo. Além disso, mulheres e meninas dedicam 12,5 bilhões de horas, todos os dias, ao trabalho de cuidado não remunerado. Caso recebessem salário pela atividade, contribuiriam com US$ 10,8 trilhões por ano para a economia global. 


A desigualdade de gênero também colabora para precarizar a condição de trabalho das mulheres. Em todo mundo, 42% delas não conseguem emprego por ocupar todo o tempo com o trabalho de cuidado e do lar. O percentual entre os homens é de 6%. 


No caso das mulheres que vivem em comunidades rurais e países de baixa renda, foi detectado que elas dedicam até 14 horas por dia ao trabalho de cuidado não remunerado. Cinco vezes mais do que os homens empregam. 


Um dos fatores que poderia solucionar a concentração de renda é a tributação de grandes fortunas e não os mais pobres e o combate à sonegação fiscal. Com os recursos tributados, o Estado poderia oferecer assistência social e serviços públicos de qualidade. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca