• Bancários Juazeiro

Bancos fecham mais de 5 mil postos em 12 meses


Apenas lucro, demissões e fechamento de agências. Esta é a realidade dos bancos no país. Em um ano, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander fecharam 611 unidades e cortaram 5.542 postos de trabalho.

Como resultado do desmonte orquestrado pelo governo Bolsonaro, o BB foi o que mais fechou agências entre o 3º trimestre de 2018 ao mesmo período deste ano. Passou de 4.147 para 3.684. O número de funcionários caiu de 97.232 para 93.872. A intenção é enfraquecer o banco para privatizar.

Até o final de 2020, é esperado que os bancos fechem cerca de 1.200 agências, sendo que 800 devem acontecer na iniciativa privada, concentrados no Bradesco e no Itaú. Através dos PDVs (programas de demissão voluntária), devem ser desligados, pelo menos, 11.186 bancários até o próximo ano.

Os bancos alegam redução de custos administrativos, decorrentes do aumento da utilização dos canais digitais. O problema é que, desta forma, as empresas obrigam os clientes realizarem os serviços. Dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) de 2018 apontam que seis em cada 10 transações bancárias são realizadas pelo celular ou pelo computador.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.