• Bancários Juazeiro

Reforma da Previdência não vai gerar empregos



A reforma da Previdência do governo Bolsonaro só não prejudica o topo da pirâmide social. Já o trabalhador, sobretudo o de baixa renda, fica totalmente desamparado com o texto da PEC (Proposta da Emenda Constitucional) 6/2019.

Os impactos da reforma são totalmente desastrosos. Destruição de emprego e perda de renda, essa é a realidade do trabalhador, que além de receber menos, passará também a consumir menos, causando efeitos negativos na economia.

A garantia do presidente de que a proposta contribuiria para a geração de 4,3 milhões de empregos até 2022 está cada vez mais incerta, pelo menos se continuar nesse ritmo lento. Uma prova disso é que em junho deste ano, a taxa de desocupados alcançou cerca de 3,3 milhões de pessoas.

A situação é tão precária que até o secretário especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, Rogério Marinho, confessou que não será a reforma do sistema previdenciário que vai gerar emprego, renda e oportunidade para o Brasil.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM