© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.

Sindicato dos Bancários de Juazeiro presente na 21ª Conferência Nacional

05.08.2019

 

 

O Sindicato dos Bancários de Juazeiro participou da 21ª Conferência Nacional dos Bancários, realizada entre os dias 2 e 4 de agosto, em São Paulo. A luta contra a reforma da Previdência, que vai dificultar e reduzir a aposentadoria de milhões de brasileiros; a defesa dos bancos públicos e demais estatais; a soberania nacional, ameaçada pela política entreguista do atual governo; e o mantimento da unidade nacional da categoria bancária, da qual é fruto uma CCT válida em todo o país, para trabalhadores de bancos privados e públicos. Estas foram algumas das resoluções aprovadas pelos 604 delegados e delegadas da conferência Nacional dos Bancários, que iniciou no dia 02 e encerrou no dia 4, na Quadra dos Bancários, na capital paulista.


A presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários e anfitriã do evento, Ivone Silva, lembrou do acerto que foi fechar, em 2018, um acordo de dois anos. “O acordo válido para 2018 e 2019, garantiu nossos direitos e nossa CCT num período de fortes ataques aos trabalhadores, que vêm desde o governo Temer, com a aprovação da reforma trabalhista, e foi intensificado neste governo de Bolsonaro. Esse acordo nos garantiu aumento real ano passado e já prevê aumento real de 1% este ano. Isso nos permite discutir estratégias de mobilização e resistência este ano, e nos prepararmos para a próxima campanha em 2020. E foi isso que fizemos nessa conferência”, destacou.

 

 


Nos três dias da conferência, os bancários receberam especialistas e lideranças políticas em mesas que debateram conjuntura, soberania nacional, trabalho bancário e reforma da Previdência. Dessas discussões foram formuladas as resoluções finais e moções.

 

O Presidente dos Bancários de Juazeiro e Região, Maribaldes da Purificação, lembrou que mesmo com todas as imposições desse governo fascista, os trabalhadores conseguiram barrar a proposta de capitalização da Previdência. “Conseguimos barrar o principal da proposta da reforma da Previdência, que era a capitalização. Mas, precisamos ainda mostrar para os brasileiros que quando forem pegar a sua aposentadoria o valor vai diminuir e muito. Nossa luta é pela soberania nacional, pela democracia, direitos e contra as privatizações’”, disse.


Por sua vez, o vice-presidente do Sindicato dos Bancários de Juazeiro e Região Eleandro Jorge, disse que o este governo veio para acabar com os direitos trabalhistas, conquistado durante anos, e com os movimentos sindical e os sociais. “Temos que ser inteligentes o suficiente para sair daqui unidos com uma nova luta em defesa de todos os trabalhadores”, concluiu.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca