• Bancários Juazeiro

Educação não é prioridade para o governo



O governo Bolsonaro não está nem aí para a educação do povo brasileiro. Tanto que congelou recursos destinados à área. Os cortes reforçam a concepção retrógrada de um político que enxerga as universidades públicas como ameaça.

Após divulgar o novo programa do governo, "Future-se", com objetivo claro de privatizar e contingenciar a educação, a sociedade civil avalia o risco de o governo cessar o financiamento das verbas para o ensino público federal.

O descaso com a educação, uma das áreas mais essenciais para o crescimento de uma nação, comprova que Jair Bolsonaro não governa para o povo brasileiro. Atua para beneficiar as grandes empresas, o capital internacional.

0 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM