© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.

25º Congresso define defesa do BNB como principal desafio para 2019

16.07.2019

 

 

A defesa intransigente do Banco do Nordeste do Brasil foi o principal foco da 25ª edição do Congresso Nacional dos Funcionários do BNB, que aconteceu dias 12 e 13 de julho, em Fortaleza. Cerca de 70 delegados de todos os estados nordestinos estiveram reunidos durante esses dois dias e debateram, principalmente, o fortalecimento da unidade dos trabalhadores contra os ataques do governo e a defesa do BNB enquanto banco público e de desenvolvimento da região Nordeste.

 

Na abertura, o secretário de Relações Internacionais da Contraf, Roberto Von Der Osten e o presidente do SEEB/BA, Augusto Vasconcelos fizeram uma análise do atual cenário político e reforçaram a importância de se manter a resistência contra o projeto de ultradireita em curso no país, que ameaça os direitos da classe trabalhadora e a própria democracia.

 

A economista do Dieese, Vivian Machado, fez uma explanação sobre os números do BNB e a importância de sua atuação para o desenvolvimento do Nordeste. Ela destacou a importância de se fortalecer a defesa do Banco, tanto na instância econômica quanto na esfera política, e ressaltou que o movimento sindical deve seguir reivindicando medidas para o crescimento do Banco e a manutenção dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

 

Em seguida, o secretário geral da Contraf, Gustavo Tabatinga, falou sobre os desafios da categoria bancária, em especial, dos funcionários do BNB, para 2019. Ele também ressaltou a necessidade de se manter a resistência contra medidas que visam enfraquecer o Banco, aliada à adoção de medidas de valorização do funcionalismo, além da manutenção da mesa permanente de negociação.

 

No segundo dia (13), o professor da UFPB, Paulo Cavalcanti, fez uma explanação sobre os desafios e perspectivas do BNB no cenário político atual. Segundo ele, o futuro do Nordeste não pode ser determinado fora região por pessoas que não são nordestinas, daí a necessidade de se fazer a defesa do BNB. Ressaltou que o Banco, além de continuar cumprindo o seu papel com competência e alta eficiência, deve se reinventar, voltando sua atuação também para as áreas de inovação tecnológica, de forma a se tornar cada vez mais necessário, aproveitando os talentos científicos que a região oferece.

 

Os estados da Bahia e Sergipe estiveram representados o Congresso com 14 delegados e delegadas, além do presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, do Sindicato da Bahia, Augusto Vasconcelos, e a presidenta do Sindicato de Sergipe, Ivânia Pereira.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários do Ceará.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca