• Bancários Juazeiro

Reforma trabalhista enfraquece a economia


A reforma trabalhista entrou em vigor em novembro de 2017. A promessa do governo era de que dois milhões de empregos formais seriam criados no país. Mas, só ficou no papel. Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontam a geração de apenas 529.554 postos de trabalho com carteira assinada em 2018.


Para piorar, números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que 324 mil trabalhos formais foram fechados no período. A estagnação econômica continua. Isso porque os trabalhos intermitentes e alto nível de informalidade não consegue garantir renda fixa ao trabalhador. Logo, o poder de consumo cai drasticamente.


No fim das contas, o maior beneficiado foi o empresário, que conseguiu flexibilidade de negociação, excluiu os sindicatos da vida do trabalhador, gerou segurança jurídica para os empregadores e nenhuma para o empregado.

3 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM