• Bancários Juazeiro

Desemprego castiga quem mais precisa no país


Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revela que as maiores vítimas do desemprego no Brasil têm região, raça e gênero específico. Enquanto a taxa de desocupação no país ficou em 11,9% no terceiro trimestre de 2018, na região Nordeste chegou a 14,4%.

Para a população parda, o índice foi de 13,8%. Já para a preta, 14,6%. Quando analisado o gênero, as mulheres registraram 13,6% e os homens, 10,5%. Embora o Nordeste tenha o índice mais alto do país, a maior desocupação verificada no terceiro trimestre de 2018 foi no Amapá, onde o percentual chegou a 18,3%. O Sul registra a menor taxa do país (7,9%).

Segundo o IBGE, o número de desalentados, que está desempregado e desistiu de procurar emprego, ficou em 4,78 milhões de pessoas. De acordo com a pesquisa, a população ocupada somou 92,6 milhões de pessoas.

0 visualização

Busca

Outras Notícias