INSS também está na mira do próximo governo

10.12.2018

 

 

O governo Jair Bolsonaro quer remanejar órgãos, secretarias e pastas com o intuito de atacar o sistema de governança do país. Agora, começou a circular a notícia de que o INSS poderá passar a ser comandado pelo superministério da Economia. Porém, Paulo Guedes é investigado por supostamente fraudar fundos de pensão.

 

Caso se concretize, o futuro ministro comandará a área de Previdência desde a elaboração de políticas, como a proposta de reforma, até a gestão da área, com o atendimento ao público.  Atualmente, o Instituto Nacional do Seguro Social é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social. 

 

A importância do órgão se deve, principalmente, por ser responsável pela avaliação e concessão de pedidos não só de aposentadoria, mas de outros benefícios previdenciários, como auxílio-doença e pensão por morte.

 

O INSS também concede o benefício assistencial pago a pessoas com deficiência e idosos de baixa renda, o BPC (Benefício de Prestação Continuada). Hoje, quase 35 milhões de beneficiários recebem da autarquia mais de R$ 40 bilhões por mês.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca

© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.