© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.

SUS perde 40 mil leitos hospitalares

30.10.2018

 

Quem depende do SUS (Sistema Único de Saúde) sabe o quanto é difícil conseguir um internamento hospitalar. E a situação se torna cada vez pior, com cortes de gastos que o sistema vem sofrendo. A CNM (Confederação Nacional dos Municípios) divulgou um levantamento que aponta a perda de mais de 41 mil leitos hospitalares no âmbito do SUS.

Ainda, segundo o estudo, em 2008, o total de leitos na rede pública era de 344.573. Em 2018, o total chegava a 303.185, sendo os leitos denominados ‘outras especialidades, pediátricos e obstétricos’ apresentaram uma redução considerável.

Já os leitos classificados como não SUS, segundo a CNM, aumentaram de 116.083 em 2008 para 134.380 este ano. De forma geral, portanto, o sistema de saúde brasileiro passou de 460.656 leitos em 2008 para 437.565 em 2018, totalizando 23.091 leitos a menos – o equivalente a seis leitos fechados por dia durante um período de dez anos.

A região Norte foi a que mais perdeu leitos. O Ministério da Saúde recomenda entre 2,5 e 3 leitos para cada mil habitantes. O Norte amarga com 1,7. Somente as regiões Sul e Centro-Oeste são as que mais se aproximam, com 2,4 e 2,3 respectivamente.

A situação se tornou mais caótica para o SUS no final de 2016, quando foi aprovado pelo congresso a PEC 241 que congela por 20 anos os gastos com saúde e educação. Sem os recursos necessários, a saúde dos brasileiros fica em risco e em situação de miséria.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca