Retrocesso. Passe livre para vender o pré-sal

13.07.2018

 

O TCU (Tribunal de Contas da União) criou uma regra de transição para retirar o obstáculo que havia criado para a realização de leilões do governo federal até o fim de 2018. O novo protocolo para acompanhar as “desestatizações” só vai valer a partir de 2019. Ou seja, liberou geral para vender o pré-sal.

A decisão foi comemorada, claro, pelo governo, que quer vender tudo o que puder no Brasil. O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Félix, saudou o TCU e disse que “vamos programar leilão do óleo excedente da cessão onerosa para 29 de novembro". 

Desde que usurpou o poder, Temer tem se empenhado para entregar o petróleo a preço de banana para as empresas internacionais. O pré-sal, descoberto pela Petrobras, pode produzir cerca de 40 mil barris por dia, mais do que produz, em média, um campo inteiro nas demais bacias exploratórias.
 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca

© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.