• Bancários Juazeiro

A chantagem pela reforma da Previdência


As manobras do governo não estão nem perto de ter um fim. Após Temer afirmar que o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) era um "gigante" a trabalhar pela reforma da Previdência, o chefe da pasta admitiu pressionar governadores e prefeitos e condicionar a liberação de recursos públicos, como os da Caixa e do Banco do Brasil, à pressão sobre deputados para aprovar a proposta.

Temer chegou a pedir a Marun que trabalhasse se possível 20 horas por dia em função da aprovação da reforma da Previdência, que aumenta a idade mínima para aposentadoria de homens (65 anos) e mulheres (62 anos).

Na Bahia, o governador Rui Costa, que não apoia o projeto, acionou a PGE (Procuradoria Geral do Estado) em decorrência da não liberação por parte do BB do empréstimo de R$ 600 milhões.

18 visualizações

Busca

Outras Notícias